terça-feira, 27 de março de 2012

Se me quer

Mary Jane Ansell - 2

Se me quer, converta o caminho e volte.

E dos seus lábios maduros, colha o fruto

Pois descobri, será sempre meu Norte.

E dessa necessidade estranha, não me furto.

Vem, sussurra os versos da tua poesia.

Derreta o gelo dessa longa madrugada.

Soletrando meus sonhos, a pele acaricia.

Mergulha tua latência na alma represada.

Então entrarei em tuas frestas, teus vãos.

Te acolhendo feliz, lânguido em meu regaço.

E deitaremos às margens do nosso cansaço.

E quando outra vez na desmedida amplidão.

Se for e me deixar no silêncio abissal, no breu.

Leve meu coração, que será para sempre teu.

Mulher Solitaria

Imagem de Mary Jane Ansell

Sem comentários:

Enviar um comentário