terça-feira, 3 de abril de 2012

ES A SAUDADE DA MINHA LOUCURA

Annick Bouvattier

esta saudade em mim que não morre,

aos poucos e estranhamente caio,

enlouquecendo-me deste sentimento

tão repentino,tão surpreendente,

que me sequestra a alma reflicto o que

sinto,bem dentro de mim e não consigo,

entender este brilho que encandeia em mim,

sinto paixão no meu peito,sinto saudades

saudades de ti,de ti que nunca mais voltaras,

dos olhos que não mais verei ,da boca que ,

nunca mais beijarei,regressa a mim...,

vem amar-me outra vez,mata em mim...,

esta saudade ,quero de novo sentir-te,

o calor dos teus beijos,no meu corpo febril

amar-te como antes .

toca-me

quero no teu leito repousar ,sentir o teu ,

aroma que já foi meu ...,oh louca saudade.

hoje choro ,a saudade priva-me de ti,

de ti que já fostes meu, a boca quer dizer-te,

que a minha alma morre-me,

de ti ficou a saudade o mais certo será ,

dizer-te,que és a saudade desta minha

loucura que estou a viver

@nita Sereno

Imagem de Annick Bouvattier

4 comentários:

  1. esta saudade em mim que não morre,

    aos poucos e estranhamente caio,

    Adorei,já estou te seguindo.
    beijos.

    ResponderEliminar
  2. ola amiga não tenho palavras
    estou extasiada ficou lindo adoro a imagem beijinhos no teu doce coração grata por me publicares no teu lindo blog

    ResponderEliminar
  3. Querida Anita,escreves lindamente!...poemas apaixonantes cheios de desejo...é com muito carinho que os namoro:-)
    Beijinhos poéticos

    ResponderEliminar