segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Num nevoeiro cerrado
atravesso o rio
no meu barco cheio de flores
chocolates
romãs e amor
remo até ao teu olhar
ao avistar tuas mãos a brilhar na água
em que nos vamos banhar
meu remar não tem fim só começo!
Gabriela Vitória

Navegar

Talvez não apareças

Sentaste aqui a ver o tempo passar

E a lua a clarear

Talvez não apareças

Mas

O banco vai ficar

eu vou partir para outro lugar

Gabriela Vitória

Terço

Terço

Minha fé não sabe rezar

Minha alma sabe contemplar

A paz é divina

Luz é o que sinto

Com Deus nos meus labirintos

Gabriela Vitória

domingo, 21 de Setembro de 2014

Palavras de Outono

 

 

 

 

 

 

 

Pelas ruas das palavras

Vai chegar o outono

Folhas que sobrevoam sobre

O meu caminhar

No meu regaço carrego todas

As palavras que vou plantar

Sem regresso! Amar…

Gabriela Vitória

Talvez não apareças

Sentaste aqui a ver o tempo passar

E a lua a clarear

Talvez não apareças

Mas

O banco vai ficar

eu vou partir para outro lugar

Gabriela Vitória