sábado, 22 de março de 2014

Explodir

Esgota-se o tempo de cada vez que te espero na esquina mais escura de mim
Esgota-se o tempo esgota-se-me a vontade

esgota-se-me essa verdade que não sai da minha boca

E é apenas uma saudade doída gemida e louca

que se atreve a esperar ainda por ti
mesmo quando todos os silêncios já se foram

e todas as lágrimas já secaram!...

São Reis

Sem comentários:

Enviar um comentário